Interdependência Agro

Amor da terra, dá vida à Terra.

Sementes são ceifadas,

Cria amor às vezes guerra,

Papel verde nas estradas,

Deixa homem virar fera,

Faz lembranças das mais caras,

 E cevadas bem geladas,

 

Cacau se faz prazer,

Algodão tampa vergonha,

Até faz adormecer,

Quando se transforma em fronha,

Milho vira filme,

E tem vezes que é pamonha,

Trigo pão do acordar,

Pra família amanhecer,

Com o leite alimentar,

Mais um dia é sol nascer,

E o café vem despertar,

Vem da cana o adoçar,

Pode sim fazer loucura,

Quando não acelerar,

Acompanha o pastel,

Faz da boa rapadura,

Iguaria feito mel,

O prazer de uma mistura,

Arroz com canela em pó,

Suco tem de qualquer fruta,

Tudo numa história só.

 

Onde o campo se casou com a cidade, num romance de verdade.

2 pensamentos sobre “Interdependência Agro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s