Antenado em Atenas

Sentado num banco ao fim de tarde, carros passando,

Ideias vem e vão, ideais prevalecem sãos,

Sentado num barco, avisto montanhas e mares,

Azul turquesa do mediterrâneo, me encanta,

Tem cheiro de história nos ares,

Som de tradição nos lares,

Viajo no tempo, volto milênios,

Com tragédias e comédias,

Retóricas e guerras,

O teatro tem estréia,

Contemplei tantas quimeras,

Nasceram novas ideias,

Em meio às coisas velhas,

Conversei com Aristóteles,

Pensei junto com Platão,

No reino da filosofia,

Aprendi reflexão,

Mergulhei em mitologia,

Até no mar de Poseidon,

Me encontrei com poesia,

Pensamento é solução,

Aquiles me mostrou aqueles cantos,

Disse Apolo em muitos contos,

Na acrópole arcaica,

Estátuas e relíquias,

Originam-se palavras,

Cabeças fictícias,

Entre almas dominadas,

Foi na terra de Ulisses,

Confundi o que eu sinto,

Avistei tão velha estirpe,

Início dos jogos olímpicos,

A paixão de Afrodite,

Pelos deuses do Olimpo,

Levanto-me do banco, os mesmos carros ainda passam,

Foi aonde me encantei,

Despertei daquela festa, que me fez voltar pra cá,

E a certeza que me resta, é de um dia voltar lá.

5 pensamentos sobre “Antenado em Atenas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s