Ancestral desire

High doses of dopamine,

To live brings experience,

That life turns into adrenaline,

Visceral behavior,

It opens the sensors,

Of the ancestral sense,

From the brain to their enzymes,

There is a social desire,

A mirror network,

Stitching the line of survival,

Weaving the present senses,

With old dreams,

Future desires,

And old friends,

For the revolution to happen,

And awaken new consciousness,

Between the collective and the social,

Irrational impulse,

Primitive,

Essential.

Social Brain

Em altas doses de dopamina,

A vivência traz experiência,

Que a vida transforma em adrenalina,

Comportamento visceral,

Abrem-se os sensores,

Do sentido ancestral,

Do cérebro às suas enzimas,

Existe um desejo social,

Uma rede de espelhos,

Que costuram a linha da sobrevivência,

Entrelaçando os sentidos presentes,

Com sonhos antigos,

Desejos futuros,

E velhos amigos,

Para que aconteça a revolução,

E despertem a nova consciência,

Entre o coletivo e o social,

Impulso irracional,

Primitivo,

Essencial.

Cooking Poetry

Saute a handful of letters with commas,

Mix until turned into words,

Add doses of fantasy,

The baking of metaphors,

Cover accents the essence of verbs,

Mix with liters of imagination,

Find the beauty in the verses,

Add playful doses of adjectives,

Get several flavors,

Although subjective,

Season with opposite directions,

Throw yourself in the pot of the mind,

Boil and turn on,

The unconscious cooker.

Brain Explosion

Wait for the bubbles of thinking.

A Citizen of the World – Um Cidadão do Mundo

I’m a citizen of the world,

Of the beauty and contradictions,

Scenarios, steps and lessons,

About the relations,

Endless connections,

The human search,

Full,

Physical, psychological, anthropological,

Flying is that I find the logic,

Excellence of being,

Human, people, face,

Trace, lace, taste,

All different,

Dipping in history

Old world, Middle-earth,

Navigating like a Viking,

In a large museum of news,

In the corners of the Joyce’s land,

Other words, other roads.

St. Patrick's Day - Dublin 2013

Sou um cidadão do mundo,

Das belezas e das contradições,

Dos cenários, dos passos e das lições,

Sobre as relações,

Infinitas conexões,

A pesquisa humana,

Plena,

Físico-psico-antropológica,

É voando que encontro a lógica,

Excelência do ser,

Humano, gente, rosto,

Traço, laço, gosto,

Tudo diferente,

Mergulhando na história,

Velho mundo, terra-média,

Navegando como viking,

Em um museu de grandes novidades,

Nas esquinas da terra de Joyce,

Outras palavras, outras estradas.

Dialética

Muito além do normal,

Além da palavra,

Transcendental,

Além da matemática,

Da matéria,

Não-verbal,

Além da explicação,

Do por que,

Do real,

Dialética, linguagem,

Semiótica e surreal,

Laboratório,

Leitura labial.

Neurotransmissão

Fragmentação natural

Como um mosaico, nossa mente é fragmentada,

E vive se multiplicando em outros fragmentos,

Nos mostrando inúmeros Eu’s,

Facetas que se escondem nas águas do inconsciente, saltam e dançam no oceano da mente,

Como grãos de areia que se reagrupam a cada nova onda,

Assim é nosso Ser,

Como uma colcha de retalhos, costurada com a linha da experiência,

Ser,

Se transforma a cada sensação, se abre a cada novo sentido.

Cores sobrepostas, novas tonalidades.

Verdades se tornam dúvidas,

Vendidas ao próximo vento,

Faladas em breve momento,

Ser e não ser,

Muito mais certo do que o tempo,

Eu fui,

Eu estou,

Eu vou,

É,

Ou,

Não,

Era,

Uma vez,

Talvez,

Sim e não,

São vidas em conflito. Constante contradição.

Transdisciplinaridade

Conexões de saberes

Intersecção de sabores,

Alquimia experimental,

Salada de amores,

Mistura de temperos,

Miscelânea natural,

Redes cruzadas,

Troca-troca plural,

Raízes trançadas,

Entrelaçadas,

Tridimensional.


Mistura e vê o que dá!