Mergulho profundo

A mente é um mar em movimento,

Seus tempos criam ventos,

Seus ventos mudam sensos,

Reflexos que ofuscam,

A visão do que tem dentro,

Águas superficiais são imagens refletidas,

Ideias retidas não emergidas,

Águas submersas são universos ocultos,

Grandes biomas, ricos sistemas, sonhos malucos,

Ensejos, prazeres, desejos, saberes,

De dentro da gente, de costas pro mundo,

Experimente, mergulhe pro fundo!

Descubra a beleza das ostras e vislumbre a cor dos corais, mas tome cuidado com tubarões.

Encontre peixes não vistos e alimente moluscos famintos, mas desvie de polvos ariscos.

Ouça o cantar das baleias. Busque o nadar das sereias. Toque os fundos de areia.

Cada grão uma vivência. Cada concha uma essência. Sua experiência.

Nossa mente é um oceano. Enxergamos apenas a superfície, somos condicionados a viver de reflexos e esquecemos do mundo submerso. A poesia é oxigênio, a arte é visão no escuro, e as músicas são submarinos. Mergulhe. Explore!

Steve Jobs

Perfeccionista, líder visionário, comunicador e apaixonado.

Seu perfeccionismo construiu pontes e diminuiu distâncias. Conectou povos e humanizou máquinas.

Sua liderança carismática sensibilizou pessoas e mostrou a necessidade humana de pertencer a algo maior. A vida é feita de propósitos e ideais, ele sabia onde queria chegar.

Sua visão gerou visão, revolucionou a era da informação infinita e potencializou talentos e gênios.

Sua vontade de mudar o mundo nos trouxe novas formas de enxergá-lo… 

Sua paixão pela vida o fez se olhar no espelho e entender que o homem era mobilizado pela emoção. Ele compreendeu que as portas de entrada da mente humana eram os 5 sentidos e criou sua própria arte: a de proporcionar experiências sensoriais a seu público consumidor.

Em uma verdadeira aula sobre humanização, tecnologia, comunicação, entusiasmo pela vida, inovação e a importância de acreditar, ele lutou, e chegou onde queria.

A maça do conhecimento foi mordida, isso é altamente contagioso, além de causar evolução na humanidade.

Obrigado Steve Jobs, você soube ensinar o que é mente e coração em uma soma de dois inteiros!

“O que importa pra mim é ir para a cama depois de ter feito algo maravilhoso.” Steve Jobs.

Descanse em paz!

Por Léo Bosso

Infinito Subjetivo

Primavera é cor, às vezes cheiros,

Mas sempre é vida em flores nascidas,

 

Sonho é de noite, às vezes é busca,

Mas sempre é desejo, até em padaria,

 

Tempo é instante, às vezes dinheiro,

Mas sempre é eterno e não há parada,


Chorar é alegria, às vezes angústia,

Mas sempre é preciso, são gestos sentidos,

 

Saudade é falta, às vezes é dor,

Mas sempre saudável, nos mostra o amor,

 

Felicidade é ser, às vezes estar,

Mas sempre é buscar as formas mais simples,

 

Acaso é momento, às vezes pra sempre,

Mas sempre incerto, até surpreende!

 

A subjetividade humana é uma mistura de possibilidades, pontos de vista e uma grande pitada de idiossincrasia. Sempre, cada um vai enxergar de uma forma, de acordo com cada experiência, cada inconsciente.

Eis o fenômeno da individualidade humana!

Revolução de Y a Z

Inovadores, antenados, digitais, conectados, questionadores, autênticos, seletivos e globalizados. Rápido assim, essa é a Geração Y. Uma geração que promete revolucionar a forma de como fazemos publicidade. É a nova ordem de consumidores que está transformando todas as formas de comunicação, pra sempre.

Nascidos entre 1977 e 1990, os jovens consumidores da Geração Y buscam experimentar um mundo cheio de possibilidades. Com o foco na diversidade de informação, eles se tornaram os consumidores mais seletivos e exigentes, afinal, já viram de tudo, desde guerras televisionadas até terremotos em tempo real.

Na era da geração de conteúdo, esses jovens rápidos e inteligentes, possuem grande interesse por questões ambientais e cultuam a valorização do ser humano. Dão extrema importância ao tempo com amigos e compartilham com todos as suas experiências positivas e negativas.

Com uma opinião formada cada vez mais cedo, eles têm o poder de levantar ou destruir uma marca e com criatividade de sobra, querem fazer a diferença no mundo. Levam isso como lema.

Agora, imagine todas essas características potencializadas em uma nova geração, a Geração Z. Os nascidos após 1990 são mais do que globalizados, eles nasceram na era digital, transpiram informação e são loucos pela ideia de mudar o mundo. Eles são o futuro.

Jovens que precisam ser surpreendidos e gostam disso. Buscam muito mais do que comprar um produto, eles querem viver uma experiência. Sensações diferentes são suas fontes de inspiração e os 5 sentidos, nossa grande oportunidade. O segredo é proporcionar experiências, de todas as formas, em todos os sentidos.

Impacientes, infiéis e insubordinados. Eles desafiam mais do que nunca. Desafie-os!

Criação de sentidos

Estímulos criam seres, dos impulsos nascem saberes entre tantos sabores,

Prazer pra ser vivo, pelo olfato ou paladar para dar mais dopamina,

Fruta doce é nostalgia, sensação vivida, dividida,

Pelo prato ou pelo pranto, pelas cores, pelo canto,

Vozes ecoam entre as paredes do ouvido, zumbido a murmurar,

Vibrações elétricas criam novas lembranças, antigas esperanças,

Cheiros invadem narinas sedentas, aromas inconfundíveis, rastros infalíveis,

Alegria explode com serotonina em altas doses, onde tudo podes,

A química eclode por toda parte, parte pra tudo ou nasce pra nada,

Consumidores sedentos se viciam e se consomem, sem pressa, sem planos, com danos,

Cultivam distâncias, excluem o eu, afogam os sonhos, nem sabem que é seu,

Procuram por outra sinapse e no ápice querem afastar o cálice,

Asfaltam os próprios sentidos, sem provar, nem pensar,

Seres humanos, soldados da emoção, somos sempre assim, insanos,

Irracionais, dotados de necessidades sociais, onde as emoções sempre falam mais…

Experiências criam sentido, em todos os sentidos, em qualquer situação,

Depende do ponto de vista, da vida de cada artista que defende sua própria pista.

Cérebro, a porta de todos os sentidos.

Peça da Campanha Publicitária da Mercedez-Benz: "Left brain, Right brain" desenvolvida pela agência Avnon Amichay/Y&R

Comunicação Emocional

As pessoas se interessam por propagandas de banco?

A Agência Africa comprovou que pode-se tornar propaganda de banco relevante para as pessoas.

A ideia desta campanha é mostrar que a vida das pessoas está em constante transformação e o Banco Itaú acompanha tais mudanças.

Neste caso, a comunicação emocional faz com que a marca se aproxime do público, de tal forma a demonstrar o valor do consumidor como ser humano social, emocional, de mente e coração, além da responsabilidade e preocupação em demonstrar o papel de um banco em uma sociedade de consumo desenfreado.

O conceito de exclusividade é muito bem trabalhado. Seja quais forem as mudanças, o Itaú muda com você.

A valorização do ser humano e a preocupação social são as tendências para a comunicação de empresas bem sucedidas, afinal, são as emoções que definem nossas decisões de compra.

“O mundo muda. E o Itaú muda com você.”

Neuromarketing

Já se foi o tempo em que pensávamos no consumidor como uma máquina de compras,

São empresas do Sec. XX, lidando com pessoas do Sec. XXI,

Chegamos na era do foco no ser humano, onde o que está em jogo é a mente, o coração e o valor social,

É preciso entender que somos seres altamente sociais,

Temos cérebros que falham,

E somos fatalmente emocionais,

Nossas emoções escolhem o que compramos.

Seu produto pode ter a melhor qualidade, mas as emoções definirão o melhor.

O nosso cérebro possui portas de entrada em forma de 5 sentidos.

Não venda jantar, venda romantismo.

Não venda refrigerante, venda felicidade.

Não venda chocolate, venda sensação.

Não venda curso de mergulho, venda encantamento.

Não venda viagem, venda sonho.

Não venda música, venda sentimento.

Venda um conceito, não um argumento.

Venda significado, não significante.

Proporcione emoções, em todos os sentidos.

Seu produto não só será lembrado, mas eternizado como emoção, na mente de cada consumidor alvo.

O dinheiro compra, as emoções vendem!